(48)3622-4162 | (48)9 9672-4755 |
Dr Francisco Marconato concede entrevista para a Unimed e esclarece dúvidas sobre o PSA e Câncer de Próstata
19 de dezembro de 2019
Hiperplasia Benigna da Próstata (HPB)
17 de janeiro de 2020

Dr Francisco e Dr Eduardo compram o primeiro aparelho de Laser para tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata de Santa Catarina

Dr Francisco Marconato e Dr Eduardo Miranda mais uma vez inovam e oferecem aos seus clientes o que existe de mais moderno em matéria de tratamento cirúrgico da Hiperplasia Benígna da Próstata.

O primeiro aparelho para enucleação endoscópica com Holmium laser instalado em Santa catarina pertence aos urologistas Francisco Marconato e Eduardo Miranda. Esse equipamento foi importado de Israel, Tel Aviv e representa um avanço fenomenal no tratamento cirúrgico da Hiperplasia Benigna da Ppróstata.

Hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma das doenças mais frequentes em homens, sendo considerada parte do processo fisiológico do envelhecimento. A prevalência entre homens de 70 anos de idade é ao redor de 40%.

Técnicas cirúrgicas recentes usando lasers, como a fotovaporização e a enucleação endoscópica com Holmium laser (HoLEP)  tornam-se mais eficientes, pois as  complicações e morbidade da Ressecção Endoscópica da Próstata (RTU) acometem aproximadamente 15% dos pacientes operados e incluem: sangramento, distúrbios hidroeletrolíticos, absorção de fluidos da irrigação, incontinência e disfunção erétil, diferentemente do tratamento com Holmium Laser

Neste contexto, o tratamento com laser para HPB tem desafiado a ressecção transuretral convencional devido às inúmeras inovações tecnológicas, melhor compreensão da interação tecidual com o laser e a crescente experiência clínica.

A enucleação da próstata com Holmium laser, apresenta-se como alternativa atraente em relação à ressecção transuretral convencional.

O laser Holmium: YAG (Lumenis(r), Tel Aviv, Israel) é pulsátil com muitas características que o tornam ideal para o procedimento endourológico.

A característica de maior importância clínica é o comprimento de onda de 2140nm. Isto permite forte absorção pela água tecidual, causando rápida vaporização dos tecidos expostos até a profundidade de 0,4mm e produzindo coagulação até 3-4 mm abaixo da superfície vaporizada. Essa característica é de grande utilidade, pois permite campo operatório sem sangramento e previne a absorção de fluidos.

A enucleação prostática com Holmium laser tem se destacado no tratamento da HPB devido à sua baixa morbidade e elevada eficácia, comprovada tanto pelo alívio dos sintomas urinários quanto pela avaliação objetiva de pico de fluxo urinário livre, também é referendada por estudos de fluxo versus pressão detrutora