(48)3622-4162 | (48)9 9672-4755 |

Insuficiência Renal Aguda


Insuficiência renal aguda ocorre quando os rins param de maneira súbita de funcionar adequadamente, não filtram resíduos, sais e líquidos do sangue, acumulando toda essa “sujeira” no organismo.

Pode se desenvolver de maneira rápida, ao longo de algumas horas ou mais lentamente, durante alguns dias ou semanas.

Pessoas que estão hospitalizadas, gravemente doentes ou que necessitem de cuidados intensivos estão em maior risco de desenvolver insuficiência renal aguda.

Algumas outras pessoas são mais propensas a desenvolver insuficiência renal aguda, como aquelas que já apresentam alguma disfunção dos rins (também chamado de insuficiência renal crônica), ou que possuem doenças que “atacam” os rins, como diabetes, hipertensão, pedras nos rins, entre outras.

Insuficiência renal aguda pode ser fatal e requer tratamento adequado e rápido. Dependendo das condições clínicas dos pacientes, assim como das doenças e comorbidades apresentadas, pode ser reversível, de forma total ou parcial. Tudo irá depender do estado de saúde do paciente com insuficiência renal aguda.

Os principais sintomas apresentados pelos pacientes com insuficiência renal aguda são:

  • Diminuição da produção de urina (embora, em alguns pacientes a quantidade de urina continua igual, não há diminuição)
  • Inchaço, retenção de líquidos (percebidos principalmente nas pernas, tornozelos e/ou pés)
  • Sonolência
  • Falta de apetite
  • Falta de ar
  • Falta de energia ou cansaço
  • Confusão mental, desorientação
  • Náuseas e/ou vômitos
  • Convulsões ou coma, em casos graves
  • Dor ou pressão no peito

É preciso ficar atento aos sinais em sintomas, mas, é bom frisar que, algumas vezes, a insuficiência renal aguda não causa sinais ou sintomas e é detectada somente através de exames de laboratório ou de imagem (como ultrassom,por exemplo).

Os exames que podem ser realizados para detectar a presença de insuficiência renal aguda são:

São diversas as causas de insuficiência renal aguda; de maneira geral, elas podem ser classificadas em três categorias:

  • Causas pré-renais (ocorrem antes da chegada do sangue aos rins, como desidratação, problemas cardíacos, problemas no fígado, etc)
  • Causas próprias dos rins (como por exemplo, glomerulopatias, uso excessivo de anti-inflamatórios, doenças sistêmicas, etc).
  • Causas pós-renais (ocorrem no trajeto de saída da urina do corpo, como doenças da próstata, cálculos renais, etc).

O tratamento será focado naquilo que está causando a insuficiência renal, podendo variar em cada caso.

Para o tratamento adequado das diversas causas de insuficiência renal aguda, você irá precisar de acompanhamento médico específico, muitas vezes com vários especialistas, como Nefrologista, Urologista, Intensivista, Reumatologista, entre outros, com objetivo de melhorar a função dos seus rins, sempre que for possível.

Pode ser necessário encaminhamento para um nutricionista, porque , durante a recuperação da insuficiência renal aguda, é recomendada uma dieta especial para não sobrecarregar os rins.

A insuficiência renal aguda é difícil de prever ou evitar. Mas como reduzir o risco de desenvolver e cuidar dos seus rins?

A resposta é simples, você deve tentar:

  • Tomar medicamentos conforme as instruções médicas;
  • Manter o tratamento para qualquer condição que aumenta o risco de insuficiência renal aguda, como diabetes ou hipertensão;

Manter um estilo de vida saudável, praticar atividade física (conforme condições e recomendação médica de cada caso), ter uma dieta equilibrada, ingerir bebidas alcoólicas com moderação, não fumar.